clr-servicos-ar-condicionado-eletricaAo contrário do que muita gente imagina, a relação do ar condicionado com doenças respiratórias não acontece pelo simples fato de baixar a temperatura do ambiente. “O ar quente exerce o mesmo efeito. O problema é que o ar condicionado desidrata o ar e resseca o muco protetor que reveste as mucosas das vias aéreas. O ressecamento destrói anticorpos e enzimas que atacam germes invasores, predispondo as pessoas às infecções”, esclarece.

Uma forma de reduzir o ressecamento é colocar uma bacia com água dentro do cômodo em que o ar condicionado permanece ligado. No mercado já exitem umidificadores mecânicos bastante eficientes. Durante o dia, outra medida simples é pingar soro fisiológico no nariz, assim você ajuda a tornar o muco respiratório mais fluido e permite que o ar respirado seja filtrado de maneira mais eficaz.

Se os filtros não estiverem limpos, nem o próprio espaço interno que permanece fechado, os riscos são ainda maiores. Dessa forma é importante manter a limpeza de carpetes, estofados, equipamentos como impressoras e até paredes pintadas recentemente – elas são responsáveis por liberar substâncias nocivas que ficarão circulando e serão aspiradas, prejudicando o organismo.

No caso de locais em que o ar condicionado é ligado por muito tempo, o especialista indica abrir as janelas em algum momento do dia para que o ar circule. E fazer a manutenção do filtros uma vez por mês. Para isso basta retirar o filtro e lavar com água corrente. Em locais com muita exposição à poeira, a higienização deve ser feita quinzenalmente.

“Não se esqueça de mandar o aparelho para manutenção pelo menos uma vez por ano. Geralmente não sabemos fazer a limpeza da parte interna, por isso contrate um serviço especializado. Em cidades litorâneas, o cuidado deve ser redobrado. Devido à maresia, o processo de corrosão do aparelho pode ser acelerado”.

No caso do ar condicionado do carro, o importante é observar a pressão do gás a cada 20 mil quilômetros rodados. Durante o dia-a-dia abra um pouco as janelas para a troca de ar. E no caso de o equipamento ficar mais de um mês sem ser ligado, deixe-o funcionando por alguns minutos com o carro vazio e aberto, isso ajuda a eliminar a poeira retida nas engrenagens, repleta de fungos e bactérias.

Por Juliana Lopes